Receitas Culinárias Fáceis

A importância da postura correta na evacuação intestinal



Estamos no paleolítico, período pré-histórico onde a agricultura ainda não era praticada. Altura em que os Homens, movidos pela necessidade, precisavam de caçar, de pescar e de colher para se alimentarem. Tinham uma alimentação à base de animais de pequeno porte (carne e peixe), de frutos, sementes, folhas, raízes e outras espécies vegetais.

Ser PALEO é adotar um estilo de vida saudável, onde nos aproximamos o máximo possível do regime alimentar e dos hábitos, do qual a nossa espécie está geneticamente adaptada.

Para além da alimentação, a civilização moderna foi gradualmente alterando outros hábitos, alguns deles implicando graves distúrbios no ser humano. A industrialização em massa das sanitas está diretamente ligada ao aparecimento de algumas doenças intestinais, tais como a OBSTIPAÇÃO, e as HEMORROIDAS.

A predisposição anatómica do ser humano indica que a evacuação deve ser feita de cócoras. Ao evacuar sentado, o músculo puborretal – responsável pela pela continência intestinal - não relaxa totalmente e exerce pressão no canal intestinal, estrangulando assim o intestino e por essa razão dificultando a evacuação das fezes.

Para uma explicação mais detalhada sobre a função do músculo puborretal poderá consultar este artigo ARTIGO EXPLICATIVO.

Deste modo, o ideal será conjugar os benefícios inerentes à posição adotada pelos nossos antepassados, a postura de cócoras, com o conforto e a higiene das sanitas utilizadas atualmente.

Existe um dispositivo, NATURAL THRONE, que permite precisamente que evacue na posição de cócoras, beneficiando do conforto e higiene da sua sanita. Trata-se de um dispositivo próprio que servirá de apoio para os seus pés, elevando-os a uma altura específica.
Para entender melhor como funciona o Natural Throne veja este vídeo explicativo:
Ver Vídeo Youtube

Com o Natural Throne estará a prevenir o aparecimento de diversas doenças associadas ao uso incorreto da sanita, tais como:
- Prisão de ventre
- Hemorroidas
- Sensação de esvaziamento incompleto do intestino
- Síndrome do cólon irritável
- Colite
- Apendicite
- Cancro do cólon

Em suma, praticar um estilo de vida PALEO não implica uma recriação total da época pré-histórica porque isso seria utópico. A filosofia PALEO estabelece um modelo assente na realidade atual, que vá ao encontro do que era praticado pelos nossos antepassados.
Para além da alimentação e da postura recomendável para evacuar, recomendamos ainda uma vida ativa, a prática de exercício físico regular, e a ingestão de muita água por dia.

Ser PALEO é estar bem física e psicologicamente. Ponha em prática as nossas dicas e os resultados aparecerão naturalmente.